Logo Branco Sem Fundo.png

Fábio Borba

Psicólogo Clínico

CRP 06/122988

separador.png

 

ADOLESCÊNCIA

 

No Brasil, o Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA), Lei 8.069, de 1990, considera a  adolescência como a faixa etária de 12 a 18 anos de idade (artigo 2o), segundo  a (OMS) Organização Mundial da Saúde os limites cronológicos da adolescência são definidos entre 10 e 19 anos.

 

Falar sobre adolescência, e falar de um lugar de transição, esta passagem da infância para a fase adulta é delicada e muito complexa, pois estamos falando de um desenvolvimento físico, mental, emocional, sexual e social.

 

Nesta nova etapa, o adolescente começa a experimentar algo que antes não era tão necessário,  como a sua independência, responsabilidades, novas experiências e acima de tudo um pensar mais racional e abstrato, isso acontece pois seu amadurecimento emocional esta iniciando, porem as transformações biológicas, psíquicas e sociais estão latentes em suas mudanças, isso faz com que tudo fique mais complexo e as vezes mais dramáticos de uma forma trágica.

 

 A adolescência inicia-se com as mudanças corporais da puberdade e termina quando o indivíduo consolida o seu crescimento biopsicossocial, porém esta consolidação não deve ser entendida como findado, pois vivemos em uma vida de construções e desconstruções. 

 

Por fim, a adolescência pode ser vivenciada em toda sua plenitude, da forma mais saudável possível, respeitando toda sua singularidade. A observação, a empatia, a paciência e o entendimento deve ser o carro chefe deste processo.